Agora é oficial: embaixador confirma instalação de consulado italiano em Vitória

Comitiva visitou imóveis que podem abrigar consulado italiano em Vitória. Foto: Divulgação/Seger

Anúncio foi feito pelo embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini

Com cerca de 70% da sua população descendente de italianos, o Espírito Santo passa a contar com uma agência consular italiana na cidade de Vitória. O anúncio foi feito pelo embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini.

Ele foi recebido nesta quinta-feira (13) pelo governandor Renato Casagrande, no Palácio Anchieta, sede do governo. O encontro contou com a presença de autoridades locais, representantes de associações italianas, com o senador e subsecretário de Estado do Ministério das Relações Exteriores da Itália, Ricardo Merlo, e com o cônsul-geral da Itália no Rio de Janeiro, Paolo Miraglia Del Giudice.

Logo depois, a comitiva visitou dois imóveis que poderão abrigar a futura sede do consulado italiano no Espírito Santo. O objetivo é que eles escolham qual desses espaços será instalado a Agenzia Consolare d’Italia in Vitória.

O Espírito Santo tem cerca de 4 milhões de habitantes, destes aproximadamente trinta mil pessoas já possuem a cidadania italiana, outros 5 mil aguardam na fila vaga para agendamento para dar início ao processo de reconhecimento da cidadania italiana.

Porém, a agência não se limitará ao atendimento somente da comunidade italiana através dos serviços consulares, mas também facilitaria o intercâmbio empresarial, com assistência mais próxima, disse José Lino Sepulcri, presidente da Fecomércio-ES, que apoiou a implantação da unidade consular.

“Não é só passaporte e cidadania italiana. A perspectiva é que haja outras possibilidades de diversificar as relações do Espírito Santo com a Itália. Com a presença oficial aqui, tudo isso vai melhorar”, disse o embaixador.

O governador Renato Casagrande concorda. Para ele, a abertura de uma agência consular em solo capixaba é ter o governo italiano permanentemente no Estado. “Isso é também uma oportunidade de estreitar a relação com Itália. Queremos nossas empresas lá, e empresas de lá aqui”, concluiu Casagrande, que em setembro visitará uma feira de pedras ornamentais em Verona, na Itália.