Governador de MG refez processo de cidadania pelo consulado, diz advogado

Zema regularizou sua cidadania através do Consulado Italiano em Minas Gerais. Foto: Reprodução

Zema regularizou sua cidadania através do Consulado Italiano em Minas Gerais

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), não teve sua cidadania italiana cassada após a operação contra fraudes prendeu sete brasileiros na semana passada.

Segundo o advogado Eduardo Chelotti, que defende Zema no processo de cidadania, a situação do governador e dos familiares foi resolvida através de um processo administrativo feito no Consulado Italiano em Minas Gerais. “O processo foi finalizado dias atrás”, disse o advogado.

No início de 2018, o governador teve seu nome incluído em uma lista emitida por autoridades italianas de brasileiros que teriam usado procedimentos fraudulentos para obter a cidadania italiana, em Ospedaletto Lodigiano, no norte do país.

Pré-candidato ao governo de Minas Gerais, na época, Zema e mais de  mil brasileiros tiveram seus processos cancelados sob a alegação de que não preenchiam requisitos legais necessários. Naquele caso, a residência foi considerada ilegal.

Ainda na época, ele se disse “vítima” e afirmou que tinha contratado profissionais que considerava éticos para cuidar do seu processo.

Leia também: Tribunal de Milão julga em maio recursos de cidadanias cassadas