Greve cancela cerca de 100 voos nesta segunda na Itália

Malpensa Airport. Foto: Verbinet

A greve foi convocada pelos sindicatos que representam os pilotos italianos

Trabalhadores da aviação civil realizaram nesta segunda-feira (25) uma greve nacional de quatro horas em toda a Itália, em protesto contra a falta de soluções para a crise no setor, especialmente o impasse envolvendo a Alitalia, que foi colocada à venda.

O ato foi convocado pelos principais sindicatos do país e envolveu pilotos, assistentes de voo, técnicos de manutenção e equipes de terra. A paralisação durou das 10 às 14h e provocou o cancelamento de 95 voos.

Além disso, os funcionários da Air Italy, segunda maior companhia aérea do país, fazem uma greve de 24 horas, mas a empresa garantiu duas faixas de operação, das 7h às 10h e das 18 às 21h. Como a paralisação já estava programada, houve poucos transtornos nos aeroportos italianos.

“A greve foi bem sucedida, com muitos voos cancelados preventivamente e altíssima adesão dos trabalhadores. Agora precisamos de respostas sobre a situação trabalhista do setor e o caso Alitalia”, disse o secretário-geral da Federação Italiana dos Trabalhadores dos Transportes (Filt), Fabrizio Cuscito.

Por Agência Ansa