Nascimentos diminuem pelo quarto ano seguido e emigração cresce na Itália

Números mostram ainda que em 2018, 120 mil italianos foram embora para o exterior, enquanto 47 mil retornaram

A população da Itália encolheu pelo quarto ano seguido e chegou a 60,391 milhões de pessoas, segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (Istat) nesta quinta-feira (7).

O número, referente a 1º de janeiro de 2019, contabiliza 90 mil indivíduos a menos que um ano antes. Em 2018, foram registrados 449 mil nascimentos no país, 9 mil a menos que em 2017, renovando o mínimo histórico.

Além disso, a proporção de estrangeiros na população subiu para 8,7%. O país soma 55,157 milhões de italianos e 5,234 milhões de imigrantes. Em 2018, 120 mil cidadãos italianos foram embora para o exterior, enquanto apenas 47 mil retornaram.

Já a expectativa de vida aumentou em três meses para as mulheres, atingindo 85,2 anos, e em dois meses para os homens, chegando a 80,8 anos. Também é a primeira vez que a Itália registra uma idade média no parto superior a 32 anos, o que comprova a tendência de que as mulheres buscam ter filhos cada vez mais tarde.

Leia mais:

Qual é o preço do carro e do transporte público na Itália? Veja o vídeo

Por Agência Ansa