Crianças de Jundiaí vão aprender italiano nas salas de aula

O embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini, com o prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado

Cidade do interior de São Paulo inicia ensino de italiano na rede pública municipal

Um convênio assinado na noite desta segunda-feira (4) vai permitir que crianças do Ensino Fundamental da Rede de Ensino de Jundiaí tenham aulas de italiano durante o ano letivo.

Este avanço na grade curricular dos alunos será possível após o fechamento do acordo assinado pelo prefeito Luiz Fernando Machado, pelo embaixador da Itália no Brasil, Antonio Bernardini, e pelo vice-cônsul geral em São Paulo, Filippo La Rosa.

Eles participaram da abertura oficial da 2ª Semana de Atualização Pedagógica (SAP), no Teatro Polytheama, onde foi selado o convênio entre a Prefeitura, por meio da Unidade de Gestão de Educação (UGE), e o Consulado Geral da Itália em São Paulo para capacitação dos professores do sistema municipal de ensino no idioma italiano.

“A meta é oferecer o ensino da língua aos nossos alunos, dando a eles um importante diferencial no futuro, que é cada vez mais desafiador. Manter o desenvolvimento de Jundiaí por meio da educação é um dos pilares do programa Escola Inovadora”, ressaltou o prefeito.

“A questão do apego das origens é só uma parte”, disse Fillippo, lembrando dos laços de Jundiaí com a Itália. “O italiano é o quarto idioma mais estudado no mundo, por ser um idioma da cultura, da literatura, por ser o idioma da maior potência cultural do mundo”, completou.

O embaixador italiano, Antonio Bernardini, acrescentou que o convênio assinado lança um olhar ao futuro. “São importantes os laços afetivos, ancestrais e culturais. Mas hoje damos um passou à frente, olhando ao futuro, e pensando também nos laços econômicos. Estou muito feliz com o que está acontecendo aqui”, disse.

Embaixador da Itália discute parcerias comerciais

Antes, o prefeito e as autoridades italianas se reuniram no Paço Municipal, com empresários que ouviram atentos a explanação do presidente da Câmara Ítalo Brasileira de Comércio, sobre as oportunidades de negócios crescentes que a Itália oferece a investidores e empreendedores locais. “São oportunidades únicas e recíprocas, com a diferença que a Itália é uma porta de entrada fantástica para toda a Europa. Temos 14 empresas de matriz italiana em Jundiaí é de nosso interesse fomentar a relação comercial do Município com multinacionais”, explicou o prefeito.

O embaixador italiano lembrou que, tão importante quanto manter viva a história de um povo é olhar para o futuro e enxergar o que pode ser feito para avançar. “Esse encontro é só o ponto de partida de um objetivo maior. Nossa ideia é promover uma rodada de negócios entre empresários locais e italianos, aqui ou até mesmo na Itália, para identificar interesses e potencialidades. Não ficaremos somente na retórica e vamos, em breve, promover ações mais objetivas”, pontuou Bernardini.

Após a reunião no gabinete, a comitiva italiana e o prefeito se reuniram com representantes de empresas jundiaienses, no auditório do Paço Municipal, onde foram apresentados dados sobre a economia do país europeu aos presentes. “A Itália vive uma crise estrutural e tem crescido pouco, mas as expectativas são muito otimistas. A questão da dívida pública ser alta nunca impediu que o país fosse uma das maiores potências do mundo”, destacou La Rosa. “A produção industrial é muito forte. Somos a segunda maior manufaturadora da Europa, perdendo apenas para a Alemanha”, completou.

Ainda segundo o cônsul, os empresários locais podem olhar com atenção para oportunidades no setor elétrico, uma vez que parcerias nesse ramo entre grupos brasileiros e italianos vêm crescendo nos últimos anos. “Queremos que a cidade de Jundiaí se promova na Itália, mostrando a sua diversidade e potencial”, afirmou La Rosa.