Itália entra em recessão pelo segundo trimestre consecutivo e deixa Salvini em apuros

Uma recessão técnica é definida por dois trimestres consecutivos de queda do PIB

A Itália entrou oficialmente em recessão técnica depois que seu Produto Interno Bruto (PIB) caiu pelo segundo trimestre consecutivo.

No quarto trimestre do ano, o PIB caiu 0,2%, depois de uma queda de 0,1% no terceiro trimestre.

Uma recessão técnica é definida por dois trimestres consecutivos de queda do PIB.

O primeiro-ministro Giuseppe Conte disse na quarta-feira que esperava uma contração da economia no quarto trimestre, mas afirmou que espera voltar a crescer no segundo trimestre de 2019.

Em todo o ano de 2018, o crescimento foi de 0,8%. Antes da queda do PIB no terceiro trimestre do ano passado, a economia italiana teve 14 trimestres consecutivos de pequenos aumentos.

O crescimento foi afetado principalmente pela desaceleração da economia europeia, especialmente na Alemanha, pelas tensões comerciais entre a China e os Estados Unidos e pela prudência das empresas italianas, que investem menos.

Por France Presse