Restaurante italiano serve ar frito para os clientes

No Itália, italiano estoca vendo e serve como aperitivo aos clientes

Italiano levou a proposta de “estocar e comer vento” ao extremo

O chef Nicola Dinato do Feva Restaurant em Castelfranco Veneto, uma cidadezinha italiana, criou um aperitivo chamado aria fritta ou simplesmente ar frito.

As guloseimas crocantes são na verdade feitas com goma de tapioca que é primeiro assada e depois frita, expandindo seu interior com ar oferecendo a impressão de ar frito.

Depois que a tapioca é assada e frita, ela é infundida com ozônio por 10 minutos, o que dá às guloseimas um perfume especial. Após a infusão especial, o ar frito crocante é colocado em uma camada de algodão doce, que Dinato diz ser feito para levar os clientes às nuvens.

Não se sabe com certeza se o ar frito é cobrado no restaurante. Segundo algumas fontes, o valor pedido se aproxima aos 110 reais enquanto Dinato diz que a guloseima é oferecida gratuitamente aos clientes.

No Brasil, é comum os brasileiros fazerem piada sobre a quantidade de ar inserida em diversos pacotes de salgadinhos e bolachas.

Estocar vento 

Em 2015, durante coletiva de imprensa após participação na Assembleia-Geral da ONU, a ex-presidente do Brasil, Dilma Rousseff, explicou aos jornalistas presentes, qual era seu projeto para o setor de energia. Na ocasião, sugeriu ‘estocar vento’ e virou piada na internet.

“A energia hidrelétrica é a mais barata, em termos do que ela dura com a manutenção e também pelo fato da água ser gratuita e da gente poder estocar. O vento podia ser isso também, mas você não conseguiu ainda tecnologia para estocar vento”, disse ela na época.

E não é que Dilma estava no caminho certo?

Por Matheus Fragata / Bastidores