Um roteiro pela gastronomia italiana

Italcantine

Os antigos gregos costumavam chamar a Itália de “Enotria”, em referência à produção de vinhos extraordinários

A Itália sempre foi sinônimo de “boa comida”, oferecendo uma inconfundível explosão de sabores e aromas. Além de uma das culinárias mais famosas do mundo, também propõe uma imensa variedade de diferentes pratos e receitas regionais.

Os visitantes não podem perder os itinerários gastronômicos e de vinho –viagens pela cultura enogastronômica da Itália, em busca de receitas antigas, produtos genuínos e culinária simples.

Produtos de renome mundial, tais como Parmigiano Reggiano (queijo parmesão), Modena vinagre balsâmico, pesto de Gênova, mussarela de búfala da Campânia, trufas de Alba, macarrão e pizza são apenas alguns dos símbolos que compõem a Itália.


Os vinhos, aqueles nobres embaixadores da excelência italiana no mundo, não devem ser negligenciados.

O prazer de saborear um bom vinho em seu ambiente nativo é incomparável –uma taça de Chianti ou Brunello di Montalcino na Toscana, de Barbera ou Barolo do Piemonte, de Prosecco di Valdobbiadene em Veneto, de Lambrusco de Emilia Romagna, os vinhos da Sicília, os vinhos brancos em Friuli e Trentino-Alto Adige, ou os grandes tintos da Valtellina.

Os antigos gregos costumavam chamar a Itália de “Enotria”, em referência à produção de vinhos extraordinários. Seria impossível enumerar todas as características dos vinhos italianos, procurados pelo mundo pela sua variedade e qualidade.

A Itália é um mundo de gostos que aguçam o paladar, olhos e coração.