20 leis bizarras da Itália que você precisa conhecer antes de se tornar um cidadão

Em Roma, uma multa pode ser aplicada a grupos pegas comendo nas ruas. (foto: istockphoto)

As 20 leis bem engraçadas da Itália que você não conhecia

Sempre que pensamos nessas leis bizarras, sempre temos uma imagem de um lugar distante, com uma cultura muito diferente. Na Itália, algumas leis são muito antigas, mas nunca foram tiradas da Constituição. Outras apareceram recentemente e não fazem nenhum sentido, mas são bem engraçadas. Está pensando em fazer o reconhecimento da sua cidadania? Então fique de olho nas leis a seguir:

  • Homens podem ser presos na Itália por usarem saias na rua. O escoceses devem ter um problemão na hora de arrumar a mala.
  • Acredita-se na terra de César que quando o homem põe a mão nas partes baixas, ele afasta o demônio. Sabe-se lá porquê. Mas a justiça italiana declarou, há pouco tempo, que é proibido colocar a mão nas genitais em público. Então melhor se benzer antes de sair de casa.
  • Em compensação, não existe nenhuma lei que proíba os italianos de apertar a bunda das moças que passam na rua.
  • Duas profissões que são terminantemente proibidas: ser um charlatão e ser uma fraude.
  •  Dar um murro na cara de alguém é um crime grave.
  • Se você for conhecer as praias do Lido, em Veneza, cuidado! É ilegal construir castelos de areia lá. O mesmo se aplica à vizinha Eraclea, que também, proíbe levar concha do mar pra casa.
  • Também em Veneza, todas as gôndolas tem que ser pintadas de preto. A exceção existe para os barcos pertencentes a oficiais de alta patente.
  • Fins de semana são sagrados em Forti dei Marmi. Então ninguém pode cortar a grama do jardim aos sábados e domingos.
  • Em Roma, desde 2005 ninguém pode manter um peixe dourado como animal de estimação. A prática foi considerada cruel pela Justiça.
  • Agora, se você tem um cachorro em Turim, a lei te obriga a passeá-lo na rua pelo menos 3 vezes ao dia. Se não o fizer, pode levar uma bela multa. Só não sei como funciona a fiscalização disso.
  • Em Luca e Florença, foram proibidas as lojas de kebab-fast-food nos centros históricos. Aparentemente só eles podem denegrir a imagem do local.
  • Em Lerici tornaram ilegal a prática de pendurar toalhas molhadas para fora da janela. Não consegui descobrir se o mesmo vale para cuecas e sutiãs.
  • Em Milão, uma lei muito antiga obriga os cidadãos a sorrir constantemente em espaços públicos. Só estão excluídos dessa regra os visitantes de hospitais e de velórios. Imagina se seguissem essa regra à risca?
  • Também em Roma, uma multa de mais de 500 Euros pode ser aplicada a grupos de 3 ou mais pessoas pegas cantando e/ou dançando e/ou bebendo e/ou comendo nas ruas. Que cidade mais difícil!
  •  Em Rovato, quem não é cristão tem que manter uma distância mínima de 20 metros das igrejas. A polícia não ficou muito feliz com a lei, já que uma estrada grande passa a 15 metros de uma delas, e eles acham que não é nada fácil parar todos os carros que passam e pedir o certificado de batismo para todos os passageiros.
  • Em Eboli, os amantes podem levar uma multa de até 500 Euros por fazer amor dentro carro. Isso acontece no mesmo país onde a cidade de Bari montou um estacionamento exclusivo para o ato. E 500 Euros parece ser o valor padrão para as leis bizarras.
  • E em Novara, curiosamente, é ilegal passear pelos parques em grupos de mais de 2 pessoas depois de escurecer. Mas pelo visto aqui os casais não são mal vistos.
  • Uma cidade do norte do país resolveu baixar um decreto que exige que todos os cachorros passem por um teste de DNA, e o catálogo pode ser usado para identificar os donos dos bichos que não recolhem seu cocô. Imagina o funcionário contratado para fazer exame de fezes pelas ruas da cidade!
  • E a mais divertida de todas é da cidade de Falciano del Massico. Em 2012, para contornar a crise dos cemitérios cheios da cidade, o prefeito aprovou uma lei que proíbe os cidadãos de morrer. Parece que o povo ficou feliz com a lei, mas mesmo assim duas pessoas desrespeitaram a lei desde então. Só não se sabe como responderam pelos crimes que cometeram.
  • Quer mesmo conhecer a Itália? Prepare um calçado bem confortável, uma pantufa é boa pedida. Andar com calçados “barulhentos” pode te render uma multa em Capri. Ande na ponta dos pés.

Com informações de Renato Salleschickenorpast