As 40 melhores sorveterias da Itália em 2018 segundo o guia Gambero Rosso

Gelateria ai gracchi, de Roma, que também conquistou três cones. Foto: Reprodução/streatit.com

As melhores sorveterias foram avaliadas com uma pontuação que vai de zero a três casquinhas

O tradicional Gambero Rosso, que elege os melhores restaurantes italianos, lançou um guia com melhores sorveterias da Itália em 2018. Ao invés das tradicionais estrelas, as marcas foram classificadas em uma escala que vai de um a três cones de “gelato”.

No guia Gelaterie d’Italia 2018 são 40 as sorveterias da Itália que obtiveram a nota máxima, ou seja, “tre coni” (três casquinhas). Na Itália existem quase 40 mil sorveterias, mas no guia 2018 entram menos de 300, que foram avaliadas com uma pontuação que vai de zero a três casquinhas, de acordo com o nível de excelência alcançado por elas.

A região que mais registrou sorveterias com três cones é a Emilia-Romana, que obteve sete destaques, seguida pela Lombardia e Piemonte, com seis, e de Lazio e Toscana, que têm 5 indicações. Já as cidades mais famosas Roma (3), Milão (2) e Florença (2) ficaram com sete empresas de nota máxima cada.

A Gambero Rosso ainda premiou alguns locais em especial. O prêmio de “Melhor sorvete de chocolate” ficou para Stefano Dassie, de Treviso. Nicolò Arietti da Gelati d’Antan, de Turim, ganhou o prêmio de Gelatiere Emergente.

Já Stefano Roccamo, da Stefino de Bolonha é quem levou o prêmio de melhor gelato sustentável. Ele deu vida a um sorvete orgânico completamente natural e certificado. Apenas o primeiro passo para um produto e um sistema que era principalmente saudável e ético. A de Stefano Roccamo é uma gelateria ecológica a 360 graus: um sistema preciso recupera a água de resfriamento da geladeira e dos poços, a embalagem é totalmente biodegradável, os produtos são isentos de glúten, gorduras hidrogenadas, emulsificantes, estabilizadores, aromas e colorantes sintéticos e artificiais.

Para elegerem as melhores, os especialistas usaram critérios que vão desde a análise do local, limpeza, atendimento, a precisão das informações dadas, a variedade de sabores, a origem das matérias-primas até o efeito que o sorvete faz nos nossos cinco sentidos. O guia Gelaterie d’Italia del Gambero Rosso 2018, com 240 páginas está à venda por € 7,60 (compra on line).

As melhores sorveterias da Itália em 2018

Confira abaixo, região por região, as sorveterias da Itália que receberam as “três casquinhas” do Gambero Rosso:

BASILICATA
Emilio – Maratea (Potenza)

CAMPANIA
Di Matteo – Torchiara (Salerno)
Cremeria Gabriele – Vico Equense (Nápoles)

EMÍLIA-ROMANHA
Cremeria Santo Stefano – Bolonha
Cremeria Scirocco – Bolonha
Stefino – Bolonha
Bloom – Modena
Ciacco – Parma
Cremeria Capolinea – Reggio Emilia
Sanelli – Salsomaggiore Terme (Pr)

FRIULI VENEZIA GIULIA
Scian l’Insolito Gelato – Cordenons (Pordenone)
Fiordilatte – Udine

LAZIO
Gretel Factory – Formia (Latina)
Gelateria dei Gracchi – Roma
Otaleg! – Roma
Greed Avidi di Gelato – Frascati
La Gourmandise – Roma

LIGURIA
Cremeria Spinola – Chiavari (Ge)
Profumo – Genova

LOMBARDIA
La Pasqualina – Almenno San Bartolomeo (Bergamo)
Oasi American Bar – Fara Gera D’Adda (Bergamo)
Paganelli – Milão
Pavé – Gelati & Granite – Milão
Chantilly – Moglia (Mn)
L’Albero dei Gelati – Monza

MARCHE
Gelateria Cioccolateria Paolo Brunelli – Senigallia (Ancona)

PIEMONTE
Canelin – Acqui Terme (Alessandria)
Alberto Marchetti – Turim
Mara dei Boschi – Turim
Ottimo! Buono non basta – Turim
Soban – Valenza (Alessandria)
Marco Serra Gelatiere – Carignano (Turim)

SARDENHA
Bar Centrale Gelateria Pizzeria – Marrubiu (Or)

TOSCANA
Carapina – Florença
Gelateria della Passera– Florença
Chiccheria – Grosseto
De’ Coltelli – Pisa
Dondoli – San Gimignano (Si)

VENETO
Golosi di Natura – Gazzo (Pádua)
Zeno Gelato e Cioccolato – Verona

Com informações da Gelaterie d’Italia 2018