Conheça o significado e a história da bandeira da Itália

Itália aumenta esforços para a identificação e deportação de imigrantes
Itália vai apertar o cerco contra imigrantes ilegais
1 de janeiro de 2017
Tremor foi de 4,1 graus na escala Richter
Terremoto de 4,1 graus atinge província de Perugia, na Itália
2 de janeiro de 2017
Atual formato começou a ser utilizado em 1946

Atual formato começou a ser utilizado em 1946

O atual formato começou a ser utilizado em junho de 1946.

Também conhecida por il Tricolore, a bandeira da Itália é formada por três faixas verticais de mesmo tamanho e com as seguintes cores: verde (a esquerda), branco (centro) e vermelho (a direita). A proporção da bandeira é de 2:3.

O atual formato da bandeira Itália começou a ser utilizado desde 19 de junho de 1946, porém só foi oficialmente definida em 1 de janeiro de 1948.

Este formato contemporâneo da bandeira foi adotado após a Segunda Guerra Mundial, quando os italianos foram às urnas votar num plebiscito que perguntava qual a preferência de governo a ser constituído no país: república ou monarquia.

Como os italianos estavam decepcionados com o modelo monárquico, pois este ficou vinculado ao regime fascista (chamada República Social Italiana – RSI) durante a guerra, 54% da população optou pela instauração de uma república democrática no país.

Significado das cores da bandeira da Itália

A Revolução Francesa foi uma grande inspiradora no processo de definição da bandeira italiana.

Foi o imperador francês Napoleão Bonaparte o fundador da chamada República Cispadana, em 1796, no norte da Península Italiana, sendo esta a primeira entidade a utilizar a bandeira tricolor (a partir de 1797).

As cores vermelha e branca eram inspiradas no símbolo da bandeira da comuna de Milão, e a cor verde foi anexada em referência ao uniforme do exército da guarda oficial milanesa.

Não existe um consenso universal sobre o significado das cores da bandeira da Itália, no entanto, alguns historiadores atribuem a seguinte interpretação:

Verde: representa as planícies e colinas do país;
Branco: representa as geleiras dos Alpes, no norte da Itália;
Vermelho: representa o sangue dos heróis que foi derramado durante as guerras da independência da Itália.

Mas, principalmente através do ponto de vista religioso, as cores que caracterizam a bandeira da Itália possuem um significado distinto:

Verde: representa a esperança;
Branco: representa a fé;
Vermelho: representa a caridade;

Esta interpretação estaria relacionada com as três virtudes teologais, instituído pelas doutrinas que regem a moral da Igreja Católica.