Pasta à amatriciana vira o símbolo de tremor na Itália

Itália entre os 10 melhores países para meninas. Brasil entre os piores
13 de outubro de 2016
Londres se desculpa por discriminar italianos em escolas
14 de outubro de 2016

A famosa receita pode ser feita com a pasta bucatini ou spaghetti

A famosa receita é um patrimônio cultural culinário da Itália.

A cidade de Amatrice é responsável por dar fama mundial a um dos pratos mais típicos da Itália, a “pasta à amatriciana”. Depois do terremoto que atingiu a região central do país no dia 24 de agosto e devastou o município, a receita tornou-se símbolo de ações solidárias para arrecadar verba para os desabrigados e familiares das vítimas. Diversos restaurantes italianos, até mesmo no Brasil, participaram da campanha.

Amatrice antes do terremoto.

Amatrice antes do terremoto.

Criada a partir da tradição dos pastores de ovelha de Amatrice, que percorriam a cidade, o famoso “spaghetti all’amatriciana” representa uma região polo da gastronomia italiana. “A pasta amatriciana é super conhecida, mas poucas pessoas sabem que o nome vem por causa da região”, afirmou à ANSA, José Barattino, chef-executivo do Eataly São Paulo.

Amatrice é uma importante produtora de guanciale e queijo pecorino, dois ingredientes do molho da receita. “A pasta é feita com ingredientes locais, como o tomate, o guanciale, que é a bochecha do porco conservada em sal e ervas, cebola e uma massa muito simples, de execução muito simples e muito típica da região”, completou ele.

Recentemente, milhares de pessoas participaram de campanhas solidárias realizadas pela Defesa Civil da Itália em prol das principais regiões atingidas pelo tremor, que deixou quase 300 mortos, para comer a tradicional pasta à amatriciana.

A famosa receita, que pode ser realizada com a pasta bucatini ou spaghetti, “é um patrimônio cultural culinário da Itália como todas as receitas clássicas do país”, disse Barattino. Confira a receita completa realizada pelo chef-executivo do Eataly São Paulo.

Ingredientes:

Azeite e sal a gosto
Guanciale (pode ser substituído por bacon)
Cebola roxa
Tomate processado
Pasta tipo bucatini
Queijo pecorino ralado

Uma variedade menos comum da pancetta é o guanciale, que não é preparado com a barriga, mas sim com as bochechas e papadas do porco

Uma variedade menos comum da pancetta é o guanciale, que não é preparado com a barriga, mas sim com as bochechas e papadas do porco.

Modo de preparo:

Refogue o guanciale com azeite, após acrescente a cebola roxa e frite até ficar “dourada”. Misture o tomate e deixe em fogo baixo para manter o cozimento.

Em outra panela, cozinhe a pasta por 10 a 15 minutos, até ficar no ponto “al dente”. Assim que estiver cozido, misture ao molho “amatriciano” e deixe mais alguns minutos no fogo até os sabores se misturarem.

Antes de servir, acrescente o queijo pecorino ralado.

Por ANSA