Sostila: a cidade italiana com um único habitante

Sostila é uma pequena aldeia localizada aos pés dos Alpes Italianos.

Isolada e longe de qualquer civilização, a cidade é habitada por um único homem, Fausto Mottalini. A aldeia italiana foi abandonada por seus moradores em meados de 1960. Invernos muito frios, estradas mal acabadas e condições de vida precária fizeram com que as 15 mil pessoas que moravam lá fossem obrigadas a procurar por melhores lugares para viver.

Fausto Mottalini, o único morador da vila fantasma, resolveu voltar a sua cidade natal há algumas décadas. Hoje, esse homem de 65 anos, que vive sozinho na antiga casa de sua avó, prova que é possível viver apenas com substratos essenciais, como comida e abrigo.

Para ele, a natureza praticamente intocada faz com sua vida seja ainda mais agradável e leve. O ar fresco e limpo, o silêncio, a paz e as vistas panorâmicas de Sostila fazem da cidade o melhor lugar para se viver. Pelo menos, para Fausto.

Ele passa seus dias fora de casa fazendo trekking, tirando fotos, cortando madeiras para se esquentar do frio, colhendo frutas e verduras de sua horta, cozinhando, meditando e lendo bastante. Sem dúvidas, Fausto tem a vida livre de estresse que muita gente procura!

Sostila é uma pequena aldeia de montanha localizada aos pés dos Alpes Italianos

O único grande problema para ele é ter que ir pelo menos umas duas vezes por semana até a cidade mais próxima. Como não existe nada em Sostila, nem lojas, bares e muito menos estradas, Fausto deixa seu carro no fim da rodovia mais próxima para que ele perca menos tempo andando pela floresta até chegar a sua casa.

Pensa que Fausto está sempre sozinho em Sostila? Engano seu… O sobrinho dele, Franco, vestido com roupas medievais, leva turistas curiosos em passeios de trekking pela mata para conhecer a vila fantasma. No passeio, você pode conhecer as casas por dentro e por fora e ver que tudo que foi deixado lá pelos antigos moradores permanece intacto até hoje! Demais, não?

Por: Pure Viagem