Itália lança candidatura de pizza a Patrimônio Mundial da Humanidade

Itália volta a ser o país que mais produz vinho no mundo
10 de Março de 2016
‘Nunca pensei que um filho de diarista estudaria gastronomia na Itália’
28 de Abril de 2016

A Itália lançará oficialmente a candidatura da pizza como Patrimônio Mundial da Humanidade da Unesco.

A Itália lançará oficialmente a candidatura da pizza como Patrimônio Mundial da Humanidade da Unesco.

Caso seja aprovada, será a primeira vez que uma tradição alimentar será definida como patrimônio pela Unesco, segundo o responsável pela ideia, Pierluigi Petriollo. Houve até campanha para tornar a pizza um patrimônio imaterial, com cerca de 600 mil assinaturas.

A comissão italiana para a Unesco acolheu proposta do Ministério da Agricultura, apoiada pelos Ministérios das Relações Exteriores, do Ambiente, da Economia e da Educação, para que a arte dos pizzaiolos napolitanos seja a candidata única do país à lista de patrimônios. A escolha teria se baseado no fato de que a pizza napolitana tradicional “representa a Itália no mundo todo”.

O dossiê com a candidatura será enviado à Unesco, onde uma longa e complexa negociação envolverá 200 países. A candidatura da “arte dos pizzaiolos napolitanos” será analisada pela Unesco em 2017, em sua sede em Paris.

Há um ano, a Itália sinalizou que pretendia tornar a pizza um Patrimônio da Humanidade, mas o projeto não seguiu adiante devido a imprevistos burocráticos.

O ministro italiano de Bens Culturais e Turismo, Dario Franceschini, disse que essa é “uma grande oportunidade” de reconhecer “uma arte verdadeira e própria”. “A pizza se tornou um produto global ao qual muitos países acabaram aderindo, mas que se esqueceram que é italiana e napolitana”.